Vacinas Pfizer e Moderna - mais fortes juntas?

Vacinas Pfizer e Moderna - mais fortes juntas?

Os canadenses que recebem uma vacina diferente para sua segunda vacina COVID-19 do que para sua primeira, não devem ter medo de combiná-las. Quais são as preocupações?

Recentemente, tem se tornado cada vez mais comum ouvir canadenses recusarem-se a receber a vacina Moderna diretamente nas clínicas se já tiverem recebido uma injeção Pfizer durante o primeiro passo. As pessoas temem que a mistura de duas injeções diferentes possa ser prejudicial à sua saúde ou simplesmente ineficaz.

Como você sabe, a Pfizer está fornecendo 2,4 milhões de vacinas por semana ao Canadá para proteger a população contra a pandemia de coronavírus. Mas esta semana, as entregas foram adiadas, portanto, os prestadores de serviços de saúde em algumas províncias mudaram suas atribuições, substituindo as pessoas vacinadas pela vacina Pfizer pela Moderna na segunda fase de vacinação.

Esta ação foi tomada depois que o Comitê Consultivo Nacional de Imunização do Canadá (NACI) atualizou as diretrizes de vacinação. O comitê considerou as vacinas Pfizer e Moderna intercambiáveis porque são feitas com tecnologias similares — estas drogas são muito similares em seus efeitos sobre o sistema imunológico humano, por isso são boas em reações cruzadas. Portanto, segundo os médicos, não deve haver dúvidas sobre a eficácia das duas vacinas diferentes ou sobre sua segurança: ao funcionar em conjunto, a Pfizer e a Moderna podem ajudar o Canadá a acabar com a pandemia.

Especialistas e profissionais de saúde estão incitando as pessoas a se vacinarem com vacinas intercambiáveis, porque não obter uma segunda vacinação é perigoso e pode comprometer a luta contra a pandemia que o Canadá tem lutado com sucesso nos últimos meses. Os casos de infecção por COVID-19 no país caíram 80%, e as hospitalizações e mortes caíram a pique. Hoje, mais de 66% dos canadenses já foram vacinados com pelo menos uma dose da vacina antiviral e isto não pode ser interrompido.

Diante da situação, as autoridades sanitárias estão soando o alarme e instando as pessoas a não esperar um embarque da Pfizer na próxima semana, pois o cronograma de vacinação poderia ser completamente interrompido devido a cancelamentos generalizados. As autoridades sanitárias canadenses dizem que as vacinas são a única proteção a longo prazo do país contra o vírus. Alison Kelvin, professora assistente da Universidade Dalhousie e virologista do Centro Canadense de Vacinologia em Halifax, disse que "o Canadá precisa continuar a vacinar para evitar problemas futuros".

Fonte
  • #Fim da pandemia no Canadá
  • #vida no Canadá
  • #população canadense
  • #vacinas antivirais
  • #Pfizer
  • #vacina Pfizer
  • #vacina Moderna
  • #vacinação
  • #pandemia COVID-19