O Canadá pretende resolver seus problemas com a ajuda de imigrantes

O Canadá pretende resolver seus problemas com a ajuda de imigrantes

Especialistas altamente qualificados não são mais a principal prioridade.

O Canadá vai mudar seu sistema de imigração no próximo ano para enfrentar uma persistente escassez de mão-de-obra. Ao invés de convidar pessoas altamente qualificadas independentemente de sua profissão, o país dará preferência àqueles que são mais procurados no mercado de trabalho.

Já se sabe que a partir de 2023, Canadá estará mantendo seleções específicas até Express Entry. Será dada prioridade aos profissionais da saúde e da construção civil, assim como aos candidatos cuja profissão seja procurada em uma determinada província. De acordo com Fraser, tal sistema ajudará a regular o fluxo de imigrantes e a preencher os empregos necessários.

"É uma abordagem completamente diferente da utilizada anteriormente, onde a seleção era para as pessoas com maior pontuação no sistema, independentemente do setor em que iriam trabalhar ou da região em que iriam se estabelecer", afirma Sean Fraser.

Além de candidatos altamente qualificados, há agora uma tendência no Canadá de contratar profissionais de TI e programação, enquanto outros setores estão sendo negligenciados.

Como exemplo, Fraser disse que o Ministério da Imigração poderá agora selecionar as candidaturas de modo a convidar professores franceses para New Brunswick que estão em falta lá, resolver a escassez de enfermeiros na Nova Escócia ou emitir mais convites para carpinteiros que pretendem se estabelecer em Ontário.

Ontário também precisa de construtores. Estima-se que a província precisará de mais 100.000 profissionais na área no futuro próximo para atingir sua meta de 1,5 milhões de lares até 2031. E isso também pode ser atendido com uma nova abordagem aos convites.

Um problema à parte são os médicos imigrantes. Eles estão em alta demanda no Canadá, mas não podem trabalhar em sua profissão imediatamente — eles precisam se reciclar e passar por um complicado processo de licenciamento. O Ministro da Imigração prometeu resolver este problema também, mas não disse o que fazer a respeito.

"A idéia de que temos neurocirurgiões e dentistas trabalhando como taxistas é inaceitável", comenta Fraser. — Realmente me aborrece quando encontro pessoas talentosas que vieram ao Canadá, mas não conseguem atingir seu potencial máximo.

Os representantes comerciais são positivos sobre as mudanças no sistema de imigração. O governador do Banco do Canadá, Tiff Macalem, acha que não teria que aumentar tanto as taxas de juros este ano se houvesse mais mão-de-obra no país.

Os canadenses, ao contrário, estão começando a se preocupar que a admissão de mais imigrantes irá sobrecarregar os serviços de saúde, serviços sociais e moradia. Fraser concorda que é preciso prestar atenção a estes setores, mas também afirma que a escassez de pessoas criará muito mais problemas. Além disso, o ministro acredita que o Canadá deve continuar a aumentar suas metas de imigração a fim de fazer crescer sua economia e melhorar sua demografia.

Fonte
  • #Notícias do Canadá
  • #imigração para o Canadá
  • #emigração para o Canadá
  • #Express Entry no Canadá
  • #sistema Express Entry
  • #seleção de alvos Express Entry
  • #profissões em demanda no Canadá
  • #profissões em demanda no Canadá
  • #empregos no Canadá
  • #programas federais de imigração no Canadá
  • #mudanças no Express Entry em 2023
  • #residência permanente no Canadá
  • #imigração para o Canadá 2023
  • #residência permanente no Canadá 2023