Avaliar as chances

Como não perder a motivação ao aprender uma língua estrangeira

Como não perder a motivação ao aprender uma língua estrangeira

Aprender um idioma é um processo complexo e demorado. Compartilhamos com você estratégias comprovadas que ajudarão você a se manter motivado e dominar com sucesso uma língua estrangeira.

Ao aprender uma língua estrangeira, é a motivação que nos ajuda a permanecer fortes, melhorar e aprimorar todas as nossas habilidades. A motivação incentiva os alunos a agir, superar dificuldades e atingir metas. E o ponto de partida mais importante é definir uma meta clara para si mesmo.

Definição de metas

Uma meta claramente definida nos dá uma direção de longo prazo em nossa busca por aprender um idioma. Às vezes, esquecemos por que iniciamos essa jornada demorada quando já estamos no processo de aprendizado. Então, devemos parar e reconsiderar qual era nosso objetivo original. Em geral, existem quatro objetivos mais comuns do aprendizado de idiomas.

  • Carreira. Se você quiser encontrar um emprego no exterior, as habilidades linguísticas são uma ferramenta essencial para ajudá-lo a fazer isso. Não importa se você está procurando emprego no país para o qual se mudou ou se está tentando trabalhar remotamente. Além disso, as habilidades em inglês são importantes para a maioria das empresas, mesmo que elas não sejam de países de língua inglesa. Há muito tempo se tornou comum se comunicar em inglês como idioma internacional, é o idioma no qual todas as correspondências, negociações ou buscas de informações são realizadas. Portanto, mesmo que você não esteja procurando emprego em uma empresa estrangeira, a cooperação com parceiros estrangeiros e o conhecimento do idioma sempre serão considerados uma vantagem no emprego.
  • Viajar. Se você gosta de visitar novos lugares e países, um idioma estrangeiro ajudará a tornar suas viagens mais confortáveis e abrirá muitas oportunidades nunca antes vistas. Para isso, em primeiro lugar, o conhecimento do inglês será indispensável, pois você poderá se explicar nele em quase todos os locais turísticos. No entanto, para visitar lugares mais exóticos, não é supérfluo conhecer o idioma local.
  • Autodesenvolvimento. Às vezes, há o desejo de simplesmente aprender algo novo, fazer com que seu cérebro trabalhe em uma nova direção. Não é mais segredo que aprender uma língua estrangeira é uma boa maneira de prevenir o envelhecimento cerebral e o desenvolvimento de doenças como a doença de Alzheimer. Além disso, no mundo de hoje, muitas informações são apresentadas em inglês, então seu conhecimento abre o mundo para novas fontes de informação.
  • A oportunidade de fazer novas amizades. O conhecimento de um segundo idioma permite que você se conecte com milhões de novas pessoas, aprenda uma nova cultura em primeira mão e compartilhe a sua. Novos conhecidos no exterior também podem estimular oportunidades de carreira ou oferecer novos destinos de viagem.

Ao definir uma meta, é importante ser honesto consigo mesmo e lembrar de buscar uma meta para a motivação interior. Embora a motivação externa seja algo que nos é imposto por alguém ou algo externo e às vezes não vemos valor nela (por exemplo, a mãe diz que devemos aprender inglês), a motivação interna corresponde às nossas verdadeiras necessidades.

Em seguida, as metas podem ser mais específicas. Percebemos que “carreira” ou “novas amizades” podem parecer muito amplas. Mas definir a meta “aprender um idioma para ler meu escritor favorito” ou “aprender um idioma para conseguir um emprego em uma área/empresa específica” já é mais realista e tangível.

Etapas para atingir a meta

Grandes metas geralmente parecem difíceis de alcançar e desencorajadoras, o que pode ser muito desmotivador para os estudantes. Portanto, uma meta grande deve ser dividida em uma série de sub-metas menores. Para isso, você pode usar uma estratégia passo a passo para atingir a meta: escrever tarefas individuais com prazos. Por exemplo, uma meta poderia ser: “Vou ler uma história em inglês até o verão” ou “Vou aprender duzentas novas palavras em maio”.

O método de visualização também ajuda. Ou seja, não apenas desejar “falar uma língua estrangeira fluentemente”, mas visualizar a situação com clareza: com quem a conversa esperada deve ocorrer no futuro, em que circunstâncias, do que será e assim por diante. Quanto mais visível o objetivo se tornar para nós, mais fácil e rápido será alcançá-lo.

Quando começamos a aprender uma língua estrangeira, cada palavra nova é uma descoberta, e cada frase curta que construímos parece uma grande conquista. No entanto, à medida que o aprendizado de idiomas se torna algo habitual para nós e novas descobertas deixam de nos trazer entusiasmo inicial, corremos o risco de perder a motivação porque paramos de ver a situação de sucesso. É por isso que é importante monitorar regularmente seu progresso. Um bom hábito para ajudar com isso é manter um diário de bordo, que indica a data e a duração da aula, o tópico estudado, o número de novas palavras e assim por diante. Ao revisar seu conhecimento uma vez por mês, você pode acompanhar seu progresso e ver quais conhecimentos e habilidades adquiriu ao longo do tempo.

Recompense-nos por cada conquista

O elemento mais importante para manter a motivação é a recompensa. Comemore o progresso significativo no aprendizado de idiomas: uma nova regra gramatical aprendida e praticada, uma apresentação pública em uma língua estrangeira ou uma comunicação bem-sucedida com um falante nativo — nada deve passar despercebido.

As recompensas podem ser de vários tipos:

  • intelectual (“Se eu for a uma reunião do clube de conversação, comprarei um novo livro”);
  • emocional (“Se eu terminar essa maratona em grupo de aprender finlandês, comprarei uma passagem para a Finlândia”);
  • regular (“A cada três meses de estudo ininterrupto de inglês, comprarei um videogame”).

Dessa forma, obteremos o reforço de nossa motivação no caminho pretendido.

Programação clara

A falta de uma rotina clara no aprendizado de uma língua estrangeira pode ser uma séria ameaça à motivação. É importante fazer das aulas uma parte regular, até mesmo rotineira, de sua vida. Portanto, você deve fazer uma programação semanal ou mensal com antecedência para incluir várias aulas de idiomas, bem como reservar tempo para tarefas adicionais.

É muito importante que as sessões não sejam episódicas, é melhor fixar determinados dias e horários, bem como a duração das sessões. Isso não só ajudará você a atingir sua meta mais rapidamente, mas também a organizar seu tempo de forma produtiva.

Aproveitando o processo

Manter a motivação também depende dos métodos que escolhemos. Em primeiro lugar, o processo de aprender uma língua estrangeira deve ser divertido. Exercícios monótonos realizados repetidamente têm maior probabilidade de causar tédio e frustração.

Além dos exercícios clássicos dos livros didáticos, você também deve consultar outras fontes. Por exemplo, você pode ouvir podcasts ou assistir a canais educacionais do YouTube. Essas atividades não apenas ajudarão você a desenvolver novas habilidades, mas também o divertirão e inspirarão.

Comunicação com alto-falantes

Essa é uma etapa muito importante para os alunos de línguas estrangeiras, pois é a comunicação ao vivo que nos permite colocar nossos conhecimentos e habilidades diretamente em prática. Uma vez que o vocabulário e a gramática que aprendemos sejam usados na comunicação ao vivo, isso nos dará uma nova explosão de motivação para continuar aprendendo.

Se você já mora no país onde está aprendendo o idioma pretendido, é fácil se comunicar com falantes nativos indo até a loja ou café mais próximo. Se você não tiver essa oportunidade, no mundo moderno você sempre encontrará muitas outras maneiras de encontrar um parceiro de conversação, por exemplo, você pode encontrar sites e aplicativos especiais onde você pode se comunicar com falantes nativos.

Pesquise pessoas com ideias semelhantes e feedback

O aprendizado pode ser mais fácil e rápido se você estiver cercado por pessoas que compartilham seus interesses, neste caso, um interesse pelo idioma. Também é importante obter feedback de pessoas com ideias semelhantes e de um mentor que possa monitorar e avaliar seu progresso do ponto de vista profissional. Nesse caso, a solução ideal é estudar o idioma em grupo com um professor.
Se você estiver interessado em aprender inglês, podemos recomendar a Academia Canadense de Língua Inglesa ILAC. Os cursos da escola são ministrados em grupos, onde você pode estudar com pessoas do mesmo nível que você, e um experiente professor nativo de inglês monitorará cuidadosamente seu progresso em direção à meta desejada. O ILAC pode ser estudado remotamente e, se você mora no Canadá, cursos noturnos também estão disponíveis. Seja qual for o seu objetivo, a ILAC tem um curso adequado para você, do inglês geral à preparação para uma universidade canadense.

Fonte, Fonte, Fonte
  • #inglês
  • #língua estrangeira
  • #aprender inglês
  • #aprender uma língua estrangeira
  • #motivação
  • #aulas de inglês
  • #comunicação com falantes nativos